Notícias

Esse canal é atualizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Nele você encontra notícias sobre a empresa e os boletins enviados para a imprensa.

Para mais informações, consulte também o Twitter e o mapa interativo do site.

Ecopistas conclui obras de prolongamento da rodovia Carvalho Pinto

Publicado em 28 de fev de 2018 às 17:00

Os mais de 10 quilômetros de novas pistas serão liberados ao tráfego até as 18h de hoje (28); o investimento foi R$ 322,8 milhões
 
Na tarde desta quarta-feira (28), a Ecopistas, concessionária do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, entregou as obras de prolongamento da rodovia Carvalho Pinto, na presença do governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. Concluída com um mês de antecedência em relação ao prazo pactuado junto à ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que supervisionou todo o trabalho da concessionária, o novo trecho recebeu investimentos da concessionária de mais R$ 322,8 milhões e será aberto ao tráfego até as 18h de hoje (28).
Com 8,6 quilômetros de trajeto, entre o km 126,1 e o km 134,7 – somados a 2,1 quilômetros de conexões, totalizando 10,7 km de novas pistas, o prolongamento propiciará mais agilidade, conforto e segurança aos usuários que se dirigem à cidade de Ubatuba e ao Litoral Norte de São Paulo. Com o novo trecho, será possível evitar os constantes congestionamentos no entorno de Taubaté, no trecho urbano da Via Dutra, beneficiando ainda os motoristas com destino a Campos do Jordão e ao Sul de Minas Gerais, que também eram impactados.
O empreendimento contempla pistas duplas, com duas faixas de rolamento e acostamento nos dois sentidos (litoral e Campos do Jordão), segregadas por canteiro central de 11 metros de largura. Ao todo, são 15 obras de artes especiais – dois túneis, cinco pontes e oito viadutos. Toda a nova infraestrutura viária está devidamente sinalizada, com placas e sinalização de solo, e conta com os dispositivos de segurança necessários, como defensas metálicas, barreiras de concreto e tachas refletivas.
 Sustentabilidade e inovação
Toda a extensão das novas vias é pavimentada com asfalto ecológico, também conhecido como asfalto borracha. O composto é produzido a partir de pneus inservíveis, o que contribui para a redução da geração de resíduos prejudiciais ao meio ambiente, e é cerca de 40% mais resistente que o pavimento asfáltico comum. Mais de 40 mil pneus foram reaproveitados na obra.
O prolongamento da Carvalho Pinto também conta com cobertura de rede Wi-Fi, destinada exclusivamente ao acionamento do Centro de Controle Operacional (CCO) da Ecopistas para solicitação de auxílio em caso de emergência dos usuários.
A rede pode ser encontrada pelo nome ecopistas_sos e, quando selecionada, levará o usuário à tela SOS para contato com algum dos operadores do CCO, que direcionará o recurso necessário para atendimento.
A partir da liberação das pistas, os 27 pontos de difusão do sinal que possibilitam o acesso à rede WI-FI, além de seis câmeras de alta definição, que possibilitam 100% de cobertura do novo trecho, serão constantemente monitorados para que sua funcionalidade esteja garantida. 
Números interessantes da obra
A construção do prolongamento exigiu a remoção de cerca de 3 milhões de metros cúbicos de terra, o que equivale a 250 mil caminhões carregados. Desse montante, mais de 2,680 milhões de metros cúbicos foram reaproveitados em aterros necessários para nivelar o curso da rodovia – minimizar aclives e declives. Esse volume de terra encheria mais de mil piscinas olímpicas.
Confira outros números curiosos desse empreendimento:
 
Quantidade de material Proporção equivalente
6,2 mil metros de estacas para sustentação das obras de artes especiais 7,5 vezes a altura do Corcovado (RJ)
2,683 milhões de m³ de terra reutilizados em aterro 15 estádios da Vila Belmiro (Santos, SP)
31.498 m³ de concreto Cerca de 4 mil betoneiras que em fila dariam 18 voltas do estádio do Maracanã
2,616 milhões de quilos de aço Transformados em barras, seria correspondente a 34 vezes a distância entre São Paulo e Rio de Janeiro
247,5 toneladas de borracha de pneus reaproveitados Foram reutilizados 40 mil pneus de automóveis para aplicação de asfalto borracha em toda a camada de rolamento
17 mil metros de elementos de segurança Extensão equivalente à distância entre os municípios de Taubaté e Caçapava  
 
A obra mobilizou, além de 100 caminhões basculantes e 20 escavadeiras hidráulicas, 20 equipamentos ultrapotentes do tipo Motoscraper, necessários em empreendimentos que, assim como o prolongamento da rodovia Carvalho Pinto, exigem movimentação de grande volume de terra, já que ao mesmo tempo que escavava o terreno também armazenava o material que era deslocado para execução do aterro. Entre os equipamentos de compactação de aterro, também foram utilizados dois rolos compactadores de alta produtividade, que desenvolvem velocidade de 60 km/h.
Para a execução das camadas de pavimento foram utilizadas três vibro acabadoras, equipamentos que podem atingir uma amplitude de operação de 7,0 metros de largura, com capacidade produtiva para até 1.600 toneladas de material de base de pavimento por dia.
 
A Ecopistas, empresa controlada pelo grupo EcoRodovias, assumiu, no dia 18 de junho de 2009, a administração do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, entre o km 11,1 e o km 130,4. As rodovias ligam a Região Metropolitana de São Paulo com o Vale do Paraíba, a região serrana de Campos do Jordão e as praias do Litoral Norte.                                                     
 
                                                                                                
Assessoria de Imprensa                                                            
Tatianne Souza
Thais Saraiva                                           
www.twitter.com/ecopistas                                                             
www.ecopistas.com.br