Notícias

Esse canal é atualizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Nele você encontra notícias sobre a empresa e os boletins enviados para a imprensa.

Para mais informações, consulte também o Twitter e o mapa interativo do site.

Assessoria de imprensa: (11) 4646-3451/3413 ou imprensa@ecopistas.com.br

Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto recebeu 981 mil veículos durante o feriado da Revolução Constitucionalista

Publicado em 10 de jul de 2019 às 14:30

No feriado da Revolução Constitucionalista, entre 5 e 9 de julho, a Ecopistas registrou a passagem de 981 mil veículos pelas quatro praças de pedágio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, nos dois sentidos. 

Aproximadamente 510 mil veículos passaram pelo corredor em direção às cidades do Alto Tietê, Vale do Paraíba, Campos do Jordão, litoral Norte e Rio de Janeiro, das 0h de sexta-feira (5) às 23h59 de terça-feira (9). No sentido da capital paulista, foram cerca de 471 mil veículos. 

O pico do volume de tráfego em direção ao interior foi registrado no sábado (6), das 11h às 12h, quando 11.804 veículos passaram pelas quatros praças de pedágio. Já em direção a São Paulo, o horário de movimento mais intenso foi das 18h às 19h de terça-feira (9), quando 9.322 veículos utilizaram as rodovias administradas pela Ecopistas.

No período, foram registrados 19 acidentes. Entre as ocorrências, duas pessoas tiveram ferimentos moderados e uma apenas ferimentos leves. Não houve o registro de mortes durante o feriado.

Durante a operação do feriado, realizada pela Ecopistas com acompanhamento da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) e apoio da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo, foram prestados 665 atendimentos: 297 socorros mecânicos, 42 atendimentos médicos e 326 guinchamentos. 
 
A Ecopistas, empresa controlada pelo grupo EcoRodovias, assumiu, no dia 18 de junho de 2009, a administração do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, entre o km 11,1 e o km 134,7. As rodovias ligam a Região Metropolitana de São Paulo com o Vale do Paraíba, a região serrana de Campos do Jordão e as praias do Litoral Norte.

Assessoria de Imprensa
Rafael Silva
Roberta Nacagami                                           
www.twitter.com/ecopistas