Notícias

Esse canal é atualizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Nele você encontra notícias sobre a empresa e os boletins enviados para a imprensa.

Para mais informações, consulte também o Twitter e o mapa interativo do site.

Ecopistas completa 10 anos de administração do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto

Publicado em 17 de jun de 2019 às 15:50

Com mais de R$ 1,7 bilhões investidos desde o início da concessão, a via recebeu importantes obras e registrou, desde 2010, a redução de 34% nos acidentes


 
A Ecopistas completa, na próxima terça-feira (18/6), 10 anos de operação dos 143,3 quilômetros do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto. Ao longo desse período, a empresa investiu mais de R$1,7 bilhões em obras e serviços para melhorar as condições de tráfego, atendimento e segurança de cerca de 66 milhões de usuários que passam pelas rodovias por ano. 

Dentre as principais obras realizadas pela concessionária está a extensão de 8,7 quilômetros da rodovia Carvalho Pinto até a Oswaldo Cruz, que encurtou o tempo de viagem ao Litoral Norte em cerca de 15 minutos. Outra melhoria importante é a implementação da 5ª e 6ª faixa de rolamento entre o km 11 e o 19 da rodovia Ayrton Senna em direção ao interior nos anos de 2013 e 2015, que aumentou em 25% a capacidade de tráfego no trecho. 

Em 2012, a Ecopistas fez a readequação do trevo dos Pimentas, em Guarulhos, com construção do novo viaduto e vias marginais; e em 2011 finalizou o acesso ao aeroporto Internacional de Guarulhos. As marginais entre o km 19 e o km 26, e o trevo de Caçapava no km 121 completam as importantes obras já entregues. 

Todas essas melhorias geraram resultados práticos à segurança dos usuários. De 2010 a 2018, os acidentes caíram 34% saindo de 2303 registros para 1521. O número de feridos e mortos também diminuiu 30% e 9%, passando de 940 para 659 e de 46 para 42, respectivamente.  

Para aumentar ainda mais a segurança dos usuários, até o final desse ano, a empresa finalizará a instalação de mais 6.900 metros de telamento, sete novas câmeras de monitoramento, além da troca de 11 já existentes por equipamentos com melhor resolução e visão noturna. As melhorias são feitas no trecho rodoviário - São Paulo (km 11) a Itaquaquecetuba (km 43) - que apresenta o maior volume de acidentes por atropelamento de pedestres e o maior volume de veículos trafegando na rodovia.

Atendimentos a usuários 
Os serviços prestados pela concessionária aos usuários são operados 24 horas por dia, todos os dias do ano, pelas equipes que circulam as rodovias e atuam no Centro de Controle Operacional (CCO).  Para esse trabalho, a Ecopistas conta com 69 câmeras de monitoramento, 3 bases da Polícia Militar, 2 bases de atendimento a usuários (SAU), 3 bases operacionais e 12 painéis eletrônicos de mensagens ao longo do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto.
Ainda, atua com os recursos de 22 veículos fixos entre viaturas de inspeção, guinchos, caminhão pipa, carretinha de resgate animal e ambulâncias que prestam em média 55 mil atendimentos a usuários por ano.

Relacionamento com a comunidade e meio ambiente 
Desde o início de sua concessão, a Ecopistas introduziu 120.996 mudas de plantas de árvores nativas para compensação ambiental de obras realizadas e trabalha atualmente com 13 projetos que beneficiam, por ano, cerca de 6 mil pessoas das cidades do entorno das rodovias concedidas. 

Diversidade e Inclusão 
A empresa tem buscado também parcerias para fomentar a Diversidade e Inclusão de pessoas em seu quadro de funcionários. Em 2018, contratou nove refugiados e três pessoas trans. Conta também atualmente com 39 colaboradores acima de 45 anos nas equipes.

Números da Ecopistas 
•    625 milhões de veículos passaram pelo corredor Ayrton Senna de junho 2009 a maio de 2019 
•    143,3 quilômetros de rodovias concedidas
•    3 túneis
•    10 passarelas de pedestres 
•    2,2 mil atendimentos médicos / ano
•    20,9 mil guinchamentos / ano
•    33 mil socorros médicos / ano 
•    Cerca de 4,2 mil toneladas de lixo retirado das rodovias desde o início da concessão 
•    121 mil mudas plantadas desde o início da concessão 
•    13 projetos socioambientais desenvolvidos em 2018 
•    5,9 mil pessoas atendidas pelos projetos socioambientais em 2018 
•    gerou 2106 empregos diretos desde o início da concessão
•    atualmente tem 474 empregados diretos e 303 indiretos